GOSTA DE ANIMAIS?

SE A RESPOSTA FOR SIM... COMENTE...ENVIE FOTOS...PARTECIPE...TODOS SÂO BEM VINDOS!!!

EMAILS.

roselyhmarcon@hotmail.com

ou

marydolls2@hotmail.com

segunda-feira, janeiro 29, 2007

Amigas até que enfim alguém se lembrou deste blog e de mandar algo sobre animais, recebi este email e fiquei muito feliz.OBRIGADA VERA.
O EMAIL ERA ASSIM:

Oi Mary

Vai aí mais uma colaboração para o blog dos poodles, tenho um livro sobre dogs que tem esse testamento e achei muito lindo e resolvi te enviar para postar.

Beijocas
Vera

O testamento de um cão

Uma coleira mastigada em uma das extremidades,faltando dois botões, uma desajeitada cama de cachorro e uma vasilha de água que se encontra rachada na borda.Deixo para você a metade de uma bola de borracha, uma boneca rasgada que você vai encontrar debaixo da geladeira, um ratinho de borracha sem apito que está debaixo do fogão da cozinha e uma porção de ossos enterrados no canteiro de rosas e sob o assoalho da minha casinha. Além disso, eu deixo para você a memória,que aliás são muitas. Deixo para você a memória de dois enormes e meigos olhos, marrons, de uma caudinha curta e espetada, de um nariz molhado e de choradeira atrás da porta. Deixo para você uma mancha no tapete da sala de estar junto à janela, quando nas tardes de inverno eu me apropriava daquele lugar, como se fosse meu, e me enrolava feito uma bolinha para pegar um pouco de sol.Deixo para você um tapete esfarrapado em frente de sua cadeira preferida, o qual nunca foi consertado com o tipo de linha certo.... isso é verdade. Eu o mastiguei todinho, quando ainda tinha cinco meses de idade, lembra-se? Deixo para você um esconderijo que fiz no jardim debaixo dos arbustos perto da varanda da frente, onde eu encontrava asilo durante aqueles dias de verão. Ele deve estar cheio de folhas agora e por isso talvez você tenha dificuldades em encontrá-lo.
Sinto \nmuito!Deixo também só para você, o barulho que eu fazia ao sair correndo sobre \nas folhas de outono,quando passeávamos pelo bosque.Deixo ainda, a lembrança \nde momentos pelas manhãs, quando saíamos junto pelamargem do riacho, e você \nme dava aqueles biscoitos de baunilha. Recordo-me das suas risadas, porque eu \nnão consegui alcançar aquele coelho impertinente.Deixo-lhe como herança \nminha devoção, minha simpatia, meu apoio quando as coisas não iam bem, meus \nlatidos quando você levantava a voz aborrecido...e minha frustração por você \nter ralhado comigo. Eu nunca fui à igreja e nunca escutei um sermão.No \nentanto, mesmo sem haver falado sequer uma palavra em toda a minha \nvida,deixo para você o exemplo de paciência, amor e compreensão. Sua vida \ntem sido mais alegre, porque eu estive ao seu lado! \n \n"Não chore porque acabou, sorria porque \naconteceu."\n\n",0]
);
D(["ce"]);
//-->
Sinto muito!Deixo também só para você, o barulho que eu fazia ao sair correndo sobre as folhas de outono,quando passeávamos pelo bosque.Deixo ainda, a lembrança de momentos pelas manhãs, quando saíamos junto pelamargem do riacho, e você me dava aqueles biscoitos de baunilha. Recordo-me das suas risadas, porque eu não consegui alcançar aquele coelho impertinente.Deixo-lhe como herança minha devoção, minha simpatia, meu apoio quando as coisas não iam bem, meus latidos quando você levantava a voz aborrecido...e minha frustração por você ter ralhado comigo. Eu nunca fui à igreja e nunca escutei um sermão.No entanto, mesmo sem haver falado sequer uma palavra em toda a minha vida,deixo para você o exemplo de paciência, amor e compreensão. Sua vida tem sido mais alegre, porque eu estive ao seu lado!

"Não chore porque acabou, sorria porque aconteceu."

Lambidelas meigas de franginhas, Nina e Diana

Beijos da Vera e da Mary

9 comentários:

Croche da Naninha disse...

brigada pela visita Mary nossa qntos blogs vc tem?como consegue administrar tantos???mal dou conta de um só rrs bjos o blog ta lindo parabens...

betharte disse...

Assim que puder vou enviar as fotos dos meus dois vira-latas perfumadíssimos que tenho lá na Chácara(eles tomam banho toda semana).A historia de cada um deve acompanhar as fotos. Beijos Beth

os meus podlles de mary disse...

uauuuuuuuuuuuu que felicidade dois comentarios, obrigada, vos adoro, sim BETH pode mandar historia deles ou umas breves palavras sobre eles, vou adorar conhece-los e postar a foto deles.NANA sim tenho mais blogs ao todo são 6 no marydolls vc encontra o link deles todos, cada um do seu assunto, me visite ficarei muito feliz.
Beijos da mary
lambidelas meigas de franginhas, nina e diana

inessag disse...

Amiguinhos de 4 patas...franginhas, nina e diana.... estou aqui para lhes fazer um cafuné nessa pelagem fofaaaa...e macia...Mary linda mensagem que a Verinha te enviou e autêntica né amiga?Beijinhos...

celestinabarros disse...

Oi, amiga!

Tinha que ser vc, Mary..por trás de um blog tão gostosinho com um recadinho mais gostoso ainda ! Logo, logo vou postar uma foto do meu animal de estimação...vc acha que pode ser o quê?

Bjs da celeste

bana artesanatos disse...

AMEI SEU BLOG PARABENS ADORO CACHORROS TENHO UMA LINDA VOU POSTAR ESTA SEMANA ELA NAO MEU BLOG ME INSPIRE EM TIRAR MAIS FOTOS DELA AGORA QUE ELA ESTA COM OS PELINHOS MAIORES.BEIJOS PARABENS E LINDO SEU BLOG.

Pandora disse...

Mas que lindo testamento.
OLha ao lê-lo lembrei-me que em Outubro postei "A Oração do cão", devido ao dia mundial do animal.
Se quiseres podes copia-la para aqui.
Beijos.

Anónimo disse...

Oi Mary,amei conhecer este blog.Adoro animais,tenho tres cadelas,muito fofas tbem que nem seus franjinhas.Bjs.reginaceliaartesanatos@uol.com.br

palma disse...

Mary

A Net? Transformou-se, também,em um excelente "bairro". Podemos, trocar receitas, falar da vida, ver fotos e até dos amiguinhos que só não sabem falar com palavras, mas dizem muito para seus donos.

Nesta minha vida curta demais para aproveitar as bênçãos diárias e longas, pelo tempo cronológico; vou poder contar-lhe casos de cães e gatos que foram amiguinhos aqui em casa e na fazenda, um dia vai a história, principalmente de Billy um poodle branquinho, mas fica para outra ocasião.

Hoje segue uma homenagem que fiz para Ingrid, tanto sofrimento e amor de Vera que, fiquei comovida. Não só eu, mas várias blogueiras.
Então, segue o poema -
(Encontra-se no meu outro blog-
leilene.blogspot.com

(dedicado a Vera)
“ Feitos por mim”
O novelo de lã chamado Ingrid, A doce cachorrinha que tomou de amores uma comunidade Virtual


AMORES SEM MEDIDA "Feitos por mim"


Em meio aos novelos se camuflava
Junto à preta lã se escondia.
Ali emaranhada aos fios, brincava
Ouvindo os meus apelos.
Arrepia...
- Corre pequena...Esperta! Esconde, esconde!
Sabendo-se, achada em erro.
Coração aos pulos, se rendia,
E aos meus pés docemente se entregava
Abaixava a cabeça submissa
...Quanta cerimônia, que graça!
Majestade, aqui? Ah! Não sou eu!
Este império, feito de conquista.
Sem medida esparramou. É todo seu!
Companheira de campana e campanha
Valente da distinta comissão de frente.
Enfileirada com os fortes.
Assanha:
-Para o soldado não importa a dor.
O corpo luta. A guerra é renhida.
Há de se vencer! Eis o clamor.
Mostra com esforço a mão estendida.
Dos amigos do peito, segreda amor
Numa linguagem antiga, por demais conhecida
Acena dócil, se faz de forte.
Disfarce teatral exibe ainda
Abana o rabo, mantém o porte.
Num toque sem o luxo de um lamento
Quase fala ou quem diz que não fala?!
Devota lealdade, pureza de sentimento.
Tudo se cala, resvala, abala
A brisa beija Ingrid e sopra leve....
Inda apressada. Alada. Por que corre?
Ó vida, que se fez tão breve!

Leilene/palma